A variedade de produtos de limpeza aumentou muito nos últimos anos. Têm produtos específicos para limpeza para cada parte da nossa casa. Em alguns casos, até a fragrância do mesmo produto é indicado para diferentes aplicações.

Não importa se você mora sozinho ou se tem uma família grande. Também não importa se você mora numa quitinete ou numa mansão. É certo que esses produtos são indispensáveis para uma limpeza eficiente.

1 DETERGENTE NEUTRO

O detergente é unânime! Mesmo tendo máquina para lava louças em casa, o detergente não pode faltar. Pois ele não serve apenas para louças. Em diferentes dosagens, ele pode ser usado para limpar vários tipos de pisos, serve como desengordurante na limpeza geral da cozinha, tira manchas de roupas quando aplicado diretamente sobre a sujeira e na limpeza de pias e louças em banheiros.

2 ÁLCOOL LÍQUIDO

A pandemia nos ensinou a importância do uso de álcool. Muitos já faziam uso de álcool na limpeza de vidros, mas ficou mais evidente agora que o álcool é indispensável para manter nossa casa livre de germes, bactérias e vírus. Limpe sempre as maçanetas de portas. Use o álcool para limpar objetos de porcelana e vidro sem danificar. O álcool tem maior volatilidade, por isso, é utilizado para limpeza de piso em climas mais úmidos. Frequentemente adicionam álcool no enxágue das roupas para desinfecção e secagem rápida. Ufa! Quantas aplicações.

3 PANOS

Vários panos! Muitos panos! Panos de limpeza nunca são demais. Visto que para cada tipo de superfície é necessário um pano diferente. Por exemplo, o pano usado na limpeza da cozinha não deve ser usado em outro ambiente. Sem falar nos panos usados no banheiro! Nem pense em reutilizá-los sem antes lavar. E o pano de microfibra? Quem já usou não quer outro para limpar vidros. Invista em panos de algodão, flanelado e microfibra de tamanhos diferentes. E teste até achar o seu preferido.

4 ESPONJA

Já existem diferentes tipos de esponjas, seja a comum verde e amarela, ou a azul para superfícies antiaderentes, esponjão para carro, esponja de aço, de inox, para limpeza de grelhas e assim vai. Uma variedade imensa! O importante é ter alguma sempre disponível. E lembrar de não misturar as esponjas usadas na cozinha, no banheiro com as de outros ambientes.

5 DESINFETANTE

O desinfetante traz um cheiro bom para o banheiro e pisos cerâmicos da casa toda. Antes, só tinha o cheiro de pinho e eucalipto, portanto era restrito para uso de banheiros. Hoje podemos escolher o cheiro que quisermos e aproveitamos para limpar e desinfetar vários ambientes da casa.

6 BALDE

Seja grande ou pequeno, ele ocupa espaço, mas não tem como ficar sem. Principalmente se a casa não tem tanque. Deixar roupas e panos de molho, levar água de um lado para o outro ou mesmo para levar os produtos de limpeza nele para começar a faxina. E fica a dica: Prefira um balde com bico e com alça resistente.

7 BICARBONATO DE SÓDIO

Se você não tem o costume de usar, repense! O bicarbonato de sódio é um pó fino, inodoro e branqueador. Com ele, você limpa quase tudo. Sério? Isso mesmo. Coloque um pouco na lavagem das roupas brancas para deixá-las mais alvas. Faça uma pasta com água e sabão em pó para tirar manchas de roupas. Utilize na limpeza de banheiros, para clarear rejuntes em geral, limpeza de paredes e limpeza de estofados. Foi convencido da sua importância? https://www.itamig.com.br/produto/bicarbonato/

8 LUVAS

Tenha sempre em mãos! Não é frescura. As luvas são importantes para fazer limpeza pesada sem medo e evitar contaminação. Lembre-se, tenha um par somente para o banheiro. A qualidade e tipo de luva fica a critério de cada um. Tenha em mente a sua proteção e leve em conta a resistência da luva conforme o grau de periculosidade do produto de limpeza usado.  https://www.itamig.com.br/produto/luva-silver/

9 ALVEJANTE

Pode ser alvejante sem cloro? Pode sim! A maioria das pessoas pensa que o alvejante sem cloro serve apenas para limpeza de roupas, mas não. Ele substitui a famosa “cândida” ou “quiboa” na limpeza de qualquer superfície. A composição do alvejante sem cloro é o peróxido de hidrogênio e do alvejante com cloro é o hipoclorito de sódio. A desvantagem do cloro é o cheiro desagradável e “destruição” de tecidos, portanto, deve se ter mais cuidado. A preferência entre elas é sua, mas não deixe faltar em casa.  https://www.itamig.com.br/produto/alvejante-sem-cloro-da-casa/

10 SABÃO EM PEDRA

Quer você goste ou não, o sabão em pedra neutro ou de côco é um potente limpador, além de muito barato. A imagem que temos do uso de sabão em pedra é daquela mulher esfregando roupa num tanque. Tente desvincular esse estereótipo da sua mente. O sabão em pedra é um coringa para limpeza em geral, seja de louças engorduradas, meias e outros panos muito sujos, limpeza de tênis, paredes etc.    https://www.itamig.com.br/produto/sabao-ype/

Estamos passando por um momento em que cada centavo economizado nas despesas mensais é importante, não é mesmo? E os produtos de limpeza somam um boa parte dos gastos da nossa casa.

Você sabe quando gasta e quantos itens de cada produto você compra por mês? Por exemplo: 1 frasco de 500mL de multiuso, 2 frasco de 500 mL de detergente, 4 esponjas, 2 panos, etc. Sugiro que você liste o que gasta atualmente para comparar após aplicar as dicas à seguir.

Ah, e não esqueça de deixar seu comentário, ok?

1 – Aprenda a usar produtos concentrados. Com eles, podemos fazer render nossos produtos de limpeza. Vou dar um simples exemplo. Você sabia que vários limpadores de vidros vendidos no mercado não devem ser usados puros, pois ao invés de limpar, deixam o vidro embaçado? Ou que existem desinfetantes concentrados que após diluídos custam cerca de R$0,45 por 500mL, sendo que um frasco de 500mL a pronto uso custa em média R$ 2,50?

2 – Faça uso de produtos concentrados somente se realmente diluir! Não, definitivamente, não estou sendo contraditória, mas apenas alertando. Os produtos concentrados são mais econômicos, no entanto, não adianta se empolgar e comprar produtos concentrados, como desinfetante, amaciantes, e limpadores em geral se não fizer a diluição sugerida na embalagem. Do contrário, você pagará mais caro. Quem avisa amiga é!

3 – Invista em frascos com borrifadores ou válvula pump. Experimente colocar os principais produtos de limpeza nesses frascos. Avalie cada produto para então comprar o tamanho e tipo de frasco ideal. Caso você utilize pouco limpa vidros, invista num frasco pequeno com borrifador. Se o produto que você mais utiliza for o detergente, aproveite para colocar num frasco pump (tipo saboneteira) de 1 litro para não precisar reabastecer com frequência. Tome cuidado com os produtos clorados, pois enferrujam a mola da válvula. E não coloque produtos fortes, que contenham soda ou ácido em frasco do tipo PET, pois irá corroer.

4 – Utilizar produtos e acessórios corretos para cada superfície. Eu sei que os panos de microfibra são um pouco mais caros que outros, mas podemos economizar em produto e tempo quando utilizamos esse tipo de pano para limpar os vidros. O mesmo ocorre na limpeza do piso porcelanato. Não adianta usar detergente para limpar, pois irá manchar e você desperdiçará produto e tempo, tendo que repetir o trabalho. Da mesma forma, o box precisa de produto específico. E passar toda vez apenas o pano úmido numa garagem externa irá acabar com seus panos rapidamente. Portanto, planeja e se organize a limpeza da sua casa. Se você não sabe qual o produto correto, procure uma loja específica de materiais de limpeza que eles irão te auxiliar.

5 – Ensine e discipline todos que auxiliam você na limpeza da casa. Nada mais frustrante que fazer de tudo para economizar e ver que os outros não se importam e desperdiçam. Não importa quem seja, diarista, babá, filhos, cônjuge, amigo, você deve deixar claro as mudanças que você implantou e o motivo. Explique e “reexplique”, se necessário, para não ficar irritada depois, ok?

Está esperando o quê para economizar e ficar com a casa mais limpa que nunca?

É unânime que tapetes deixam o ambiente aconchegante. A dúvida é: na cozinha?!

Antes de chegarmos a uma conclusão, vamos fazer algumas observações.

Eu posso imaginar que a primeira coisa que passa pela cabeça de donas de casa é em relação à limpeza, especialmente quando o tapete é de tecido.  Pra te auxiliar na limpeza, acesse como limpar tapetes de cozinha. Se essa ainda for uma preocupação e empecilho para usar tapetes na cozinha, use ele em áreas que não suja tanto. Por exemplo, evite deixar um tapete em frente ao fogão se você faz muitas frituras. E evite também tapetes com cores claras que eventualmente podem manchas e dar mais trabalho na limpeza. Ao contrário do que se pensa, o tapete em frente à pia pode auxiliar muito à manter a limpeza da cozinha, pois retém os respingos quando usamos a torneira impedindo que a água caia diretamente no chão e consequentemente suje tudo a volta.

Uma vantagem de ter tapete na cozinha é esconder falhas ou lascas do piso, trazendo um aspecto arrumado e limpo.

Se você quer renovar a cozinha sem gastar muito, o tapete também é uma ótima solução. Hoje, no mercado, existem várias opções de tapetes para cozinha: clássicos, originais, modernos, divertidos, estampados, lisos, etc. Você troca o tapete e sua cozinha já muda o visual. Opte por um que combine com o seu estilo!

Uma outra função do tapete é delimitar um espaço. Portanto, coloca-lo na entrada da cozinha, pode auxiliar nessa divisão de espaços e na higienização dos sapatos para a entrada da cozinha.

Um cuidado que devemos ter ao escolher um tapete para a cozinha é que seja antiderrapante e que não tenha texturas salientes que possam levar à quedas.

Agora, a decisão é sua: sua cozinha com tapete ou sem tapete?

Dicas

Nunca use ácidos ou abrasivos para limpar a parte superior do fogão.

Nunca utilize produtos abrasivos, removedores, detergentes e quaisquer produtos que contenham soda cáustica, pois, além de tóxicos, eles estragam o fogão e, principalmente, deixam resíduos prejudiciais à saúde;

Não jogue água na superfície do fogão enquanto ainda estiver quente, as mudanças bruscas de temperatura são prejudiciais, podendo até rachar o esmalte da pintura;

Nunca use palha de aço ou escovas muito duras na superfície do fogão, pois podem riscar.

Nunca utilize materiais como esponjas de aço ou facas para limpar o forno.

Quando há formação de manchas, coloque água quente com suco de um limão e deixe de molho por uns 15 minutos, se preferir, substitua o suco por duas colheres de vinagre branco de maçã e esfregue suavemente.

Para saber se há vazamento de gás no fogão, passe um pouco de detergente na tubulação. Caso bolhas apareçam, cuidado, pois o gás está vazando.

Antes de começar

Para começar retire as peças do fogão para limpá-las separadamente.

Coloque as tampinhas de molho em uma solução três colheres de sopa de bicarbonato de sódio, suco de um limão, meia xícara de chá de vinagre branco e quanto bastar de água quente.

Superfície do fogão

Coloque um pouco de detergente desengordurante na parte superior do fogão, deixe agir por aproximadamente dois minutos e esfregue com cuidado com a parte mais macia da esponja.

Retire o produto com uma esponja ou um pano levemente úmido.

Tampinhas

Retire as tampinhas da solução e limpe-as com palha de aço.

Se houver alguma coisa entupida, limpe com fio de metal.

Enxague, seque com um pano e coloque-as novamente em seus lugares.

Grelhas

Aplique uma solução de bicarbonato com vinagre ou saponáceo.

Deixe agir por alguns minutos.

Esfregue com uma bucha, enxágue e deixe secar naturalmente.

Botões

Retire-os e aplique detergente ou, se estiverem muito engordurados, use uma solução igual àquela já citada acima.

Limpe levemente com uma bucha.

Dê brilho usando um pano seco.

Forno

Utilize a solução de bicarbonato já citada e com a ajuda de um pano espalhe em toda a parte interna do forno.

Ligue o forno em temperatura baixa por alguns minutos.

Com uma bucha macia esfregue toda a estrutura, removendo a sujeira.

Use um pano para finalizar.

 

 

 

Referências: “Bolsa de Mulher”, “Revista Zap Imóveis” e “Receitas de Minuto”.

Benefícios

  • Hidrata  amacia a pele;
  • Previne rugas e melhora a elasticidade da pele;
  • Anti-inflamatório e calmante para pele (ótimo após a depilação);
  • Óleo de massagem corporal
  • Recupera a oleosidade natural da pele ressecada;
  • Removedor de maquiagem (não irrita os olhos);
  • Hidrata as cutículas e deixa as unhas fortes;
  • Hidrata os cabelos profundamente;
  • Recupera os fios ressecados;
  • Tira o volume e frizz dos cabelos;
  • Doma os cachos;
  • Dá brilho e suavidade aos fios;
  • Minimiza a caspa;
  • Reduz a sensação de ardência após fazer a barba;
  • Alonga os cílios;

Leia mais

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio.
  • 1 xícara de água.

Modo de fazer

Faça uma solução misturando os ingredientes e leve ao micro-ondas num recipiente próprio, em potência alta, por 2 a 3 minutos. Retire o recipiente e limpe a parte de dentro do micro-ondas com toalha de papel úmida.

Estar pronta pra sair de casa e perceber que a roupa está cheirando a mofo é desesperador, não é mesmo?

Pra evitar que contratempos desse tipo ocorram, vamos te passar um receita de anti mofo super barata e muito eficiente.

Ingredientes

(Para aproximadamente 7 potes)

  • 1 kg Cloreto de Cálcio.
  • 7 potes com reservatório suspenso para as pedras.
  • Essência (opcional)

Modo de fazer

Coloque as pedras de Cloreto de Cálcio no reservatório. Se desejar, cubra o pote com TNT ou outro tecido fino antes de tampar e pingue algumas gotas de essência.

Deixe no guarda-roupa por alguns dias e quando o pote estiver cheio de água, descarte o conteúdo, lave e repita o processo.

 

Espere! Não jogue a panela fora!

Vou te dar uma dica milagrosa!

Coloque na panela uma camada superfície de água – o suficiente para cobrir a parte queimada – e acrescente aproximadamente 3 colheres de bicarbonato de sódio.

Agora vem a parte mais divertida….

Vá ler um livro, tomar um café, dormir, enfim, relaxe. Em algumas horas o queimado irá desgrudar da panela como um passe de mágica. Talvez você precise da sua varinha para dar uma ajudinha, mas é só! Super fácil! Então, não deixe faltar bicarbonato em casa, hein? Você nunca sabe quando irá precisar. https://www.itamig.com.br/produto/bicarbonato/

 

O que são?

As “mosquinhas-de-banheiro” receberam esse nome porque o habitat mais comum delas é o banheiro. Não adianta fechar as janelas para evitá-las, pois elas entrem pelo ralo. Essas mosquinhas adoram lugares úmidos e escuros e também deixam suas larvas aí. Se alimentam de materiais orgânicos como restos de pele e cabelo.

Mas o que fazer?

Primeiramente mate as mosquinhas que estão nas paredes para evitar que elas coloquem mais ovos. Dependendo do caso apenas uma dedetização irá resolver o problema por completo.

Mas antes, faça uma limpeza nos ralos usando detergente e esfregando com uma escovinha. Depois enxague com água quente. e água sanitária.

Para evitar que elas voltem, coloque dentro do ralos uma colher de sopa de bicarbonato e uma colher de óleo de essência de eucalipto por 3 dias seguidos a noite após o banho. https://www.itamig.com.br/produto/oleo-de-eucalipto/

E não esqueça de fazer isso com certa frequência pra não se incomodar com elas novamente.

 

 

 

Por que tratar a água da piscina?

O tratamento da água da piscina é a principal forma de impedir a transmissão de doenças aos banhistas. Uma piscina bem cuidada é bonita e convidativa, atraindo a vontade de entrar nela.
Por que devemos tratar?
• Para manter a beleza e a cristalinidade da água
• Para acabar com as bactérias e os micro-organismos causadores de doenças
• Para remover materiais orgânicos e inorgânicos que contaminam a água, como insetos, suor e bronzeador
• Para evitar a proliferação de algas
• Para eliminar odores desagradáveis

Passo a passo para um tratamento químico inicial de piscina com linha de produtos Bel Piscinas:
Ao abastecer a piscina pela primeira vez, mesmo a água estando cristalina e com aparência bonita, ela pode estar desprotegida, por isso, sempre deve ser tratada.

Siga o tratamento inicial:
1. Adicionar o Clorobel na dosagem de 10g/m3 de água.
2. Adicionar Clarificante na dosagem de 8ml/m3 de água.
3. Com Kit Teste, medir a alcalinidade e o pH da água. Caso necessário, ajustá-los com Alca+ Bel, pH Bel e Redubel.
4. Filtrar a água de 6 a 12 horas.
5. Após o período recomendado, desligar o filtro.
6. Aspirar o fundo da piscina.
Com este tratamento sua piscina vai ficar pronta para o uso.
Após o tratamento inicial, você vai precisar controlar:
1 vez por semana – o pH
Diariamente – o cloro livre
1 vez por semana – a alcalinidade
1 vez por semana – clarificante/FlocBel
Diariamente – filtração
1 vez por semana – decantação/aspiração

 

Siga as dicas e se ainda possuir dúvidas utilize a Calculadora da Buschle.

 

Fonte: http://www.belpiscinas.com.br/home/